quarta-feira, 8 de Maio de 2013

E se os outros planetas estivessem a mesma distancia que a lua?
























Pedras parideiras


É um fenómeno geológico raro, um tipo de pedras que brotam de uma rocha-mãe, um bloco nodular de origem granítica com 1000 x 600 m, daí se chamarem Parideiras.
As Pedras Parideiras estão situadas na Serra da Freita em Portugal e na Rússia, perto de S.Petersburgo
Iremos entao falar mais aprofundadamente das pedras parideiras da Serra da Freita
Situa-se junto à aldeia da Castanheira na freguesia de Albergaria da Serra.
Este fenomeno não é mais do que o afloramento de granito com abundantes nódulos discóides e biconvexos de biotite, que se libertam da rocha-mãe por teroclastia, acumulando-se no solo.
Os nódulos, tem a mesma composição mineralógica do granito, pois embora constituídos exteriormente apenas por biotite, possuem um núcleo de quartzo e feldspato potássico. Este granito é considerado uma “anomalia” da Serra da freita
As Pedras Parideiras simbolizam a fertilidade na tradição ancestral da região, esta tradição está ainda presente nas populações locais. Acredita-se que dormir com uma pedra parideira debaixo da almofada aumenta a fertilidade.


Segue-se um vídeo um pequeno documentário da autoria de Pedro Suárez para o Escola TV, o canal de televisão do Agrupamento de Escolas de Búzio.
Filmado na prestigiada Serra da Freita sobre as pedras parideiras.


quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Sismo nos Açores

Com epicentro a 34 quilómetros da ilha de São Miguel, foi o sismo de maior magnitude sentido nos Açores desde 2007. 






O primeiro e mais forte abalo foi sentido às 6h25 (7h25 de Lisboa) e teve uma magnitude de 5,9 na escala de Richter, segundo o US Geological. Entre a hora do sismo inicial e as 14h foi registada mais de uma centena de réplicas, sendo a de maior magnitude de 4,4 na escala de Richter.

“Foi dos eventos de maior magnitude verificados nas imediações da ilha de São Miguel desde 2007”, frisa o director do Sistema de Vigilância Sismológica dos Açores - SIVISA. “Trata-se de um sismo de origem tectónica normal numa zona activa conhecida do arquipélago, na fronteira entre a placa euro-asiática e a placa africana”, acrescenta João Luís Gaspar.

O facto de o epicentro ficar a 34 quilómetros a sudeste de São Miguel  fez com que não houvesse vítimas e fossem insignificantes os danos causados nesta ilha. “O cenário seria completamente diferente se ocorresse mais próximo e traria outras consequências, nomeadamente para o parque habitacional vulnerável à actividade sísmica”, frisa Gaspar.

quarta-feira, 24 de Abril de 2013

Meteoro na Argentina

"Uma bola de fogo iluminou a noite", descreveram argentinos na madrugada do último domingo, quando por volta das 3h da madrugada uma espécie de explosão iluminou o céu - porém sem atingir a Terra, como aconteceu no dia 15 de fevereiro na Rússia, quando um meteorito caiu na a região dos Urais. Relembre...



O fenômeno pôde ser visto nas províncias de Tucumán, Chaco, Corrientes, Formosa e Catamarca, entre outras. Sergio Toscano, diretor de Investigações Astronômicas e Espaciais da província de Misiones, afirmou que se trata de um meteoro, parte da chuva Liríadas, que chegou ao seu ápice entre o final de domingo e o início da madrugada de segunda-feira.
Especialistas do site Spaceweather afirmaram que "a Terra está entrando em uma corrente de resíduos do antigo cometa Thatcher, fonte da anual chuva de meteoros Liríadas. Em geral, a chuva é leve (10 a 20 meteoros por hora)".
A chuva de meteoros é causada pelo rastro da passagem do cometa. Os detritos da pedra de gelo ficam pelo caminho e, quando a Terra passa por esse rastro, eles queimam na entrada da atmosfera e viram os meteoros. Confira o video